22/07/2013 11h00 | Atualizado em 26/07/2014 21h43

Homem sem braço supera deficiência e vira socorrista do Samu (veja vídeo)

Segundo ele, fé e perseverança o ajudaram a vencer na vida

R7
redacao@94fmdourados.com.br

Edicleuber Oliveira, de 37 anos, que tem má formação no braço esquerdo, superou a deficiência e se transformou em socorrista do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Brasília.

Apesar das limitações, ele explica que o problema não o afeta em nada. Edicleuber Oliveira é de Minas Gerais e chegou a Brasília no ano de 1997. Cinco anos depois, passou em um concurso público da Secretaria de Saúde. Segundo ele, a fé e a perseverança o ajudaram a vencer na vida.

— Tem momentos em que você acha que não vai dar conta, mas basta ter fé. Já superei muita coisa.

Sobre sua infância, Oliveira conta que sempre brincou de tudo, como uma criança qualquer.

— Eu tinha muitos amigos e todos gostavam de me chamar para jogar bola.

O socorrista tem dois filhos e é casado com Maria Assunção Borges, que não esconde o amor que sente por ele. Segundo ela, além de um ótimo pai, Edicleuber Oliveira também é um companheiro incomparável.

— Me ajuda bastante dentro de casa. A deficiência dele não o impede de fazer nada. Sem falar que ele cozinha como ninguém.

Veja a reportagem: