11/12/2013 14h17 | Atualizado em 23/11/2014 07h05

Pastor acusado de estupro é preso em Corumbá

O homem usava da função para praticar abusos sexuais contra a menina, que é filha de uma das fiéis que frequentavam a igreja evangélica comandada

MSnoticias
redacao@94fmdourados.com.br

Investigadores do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Daiji (Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso) de Corumbá (MS), prenderam no último domingo, no Centro da cidade, E. H. G., 36 anos, pastor evangélico acusado de estuprar uma garota de 12 anos.

O pastor teve a prisão preventiva decretada em julho deste ano, pela 2ª Vara Criminal do município e vinha há meses sendo investigado por policiais civis de Corumbá. Investigadores que trabalham no caso afirmam que mesmo antes de ter a prisão decretada, o suspeito fugiu para a Bolívia, onde ficou escondido por pelo menos 5 meses.

De acordo com a delegada Priscilla Anuda Vieira, titular da Daiji de Corumbá, o homem é pastor e usava da função para praticar abusos sexuais contra a menina, que é filha de uma das fiéis que frequentavam a igreja evangélica comandada pelo acusado. O crime foi descoberto no início deste ano.