Manhã de primavera

Manhã de primavera

Temperatura entre 16 e 25 graus é a previsão desta sexta-feira para Paris. São 6h20 da manhã e o dia já está de pé. Ao contrário dos dias de inverno, quando a claridade só chegada depois das 8h. A janela aberta para aproveitar o ar fresco da manhã, ouço os passarinhos cantando. Eles voltaram do Sul onde foram para fugir do inverno europeu. O jardim ao lado é recente, tem uns 5 anos e a natureza se afirma cada vez mais. As cores dos diferentes tipos de árvores formam um carnaval de verde e formas com seus pinheiros, plátanos, arbustos, flores... 

O cheiro de pão que entra pela janela aberta excita minhas narinas. Ele me transporta em duas ocasiões do passado. A primeira foi quando madrinha Zulina nos fez uma bacia de pão, ainda quando vivíamos no sítio. Ela tinha um forno de barro no terreiro e minha mãe lhe deu um pacote de farinha de trigo para que ela nos fizesse aqueles pães. Nós que tínhamos o hábito de tomar café com bolo, descobrimos esse odor específico do pão.

A segunda lembrança foi quando, já na cidade, seu Zezinho abriu uma padaria na esquina seguinte à nossa casa. Passei a acordar com aquele cheiro de pão ao qual não estava acostumada, que, como o cheiro do café que mamãe coava, enchia o ar de odores. Pão “mandi” era o que preferia. Longo, salgado, formado por uns oito pedaços, que podiam ser separados facilmente com as mãos. Tinha esta forma comprida, mas era branco, como o segundo. Somente dourado pelo calor do forno.

Continuando com as lembranças, uma outra, fantástica, ligada à história do pão: o vilarejo onde morava não possuía luz elétrica naquele começo dos anos 1960. Como seu Zezinho precisava de eletricidade para trabalhar, ele instalou um gerador e... meu pai foi vê-lo para utilizar aquela coisa extraordinária que era a luz da lâmpada.

- Como “alumia”, dizia.

Mas não todo o tempo! Era preciso aproveitar os momentos em que o gerador funcionava. Foi assim que aposentamos as lamparinas a querosene que usávamos até então.

Bom final de semana!

Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.