Menino alertou professora sobre a morte dos pais em Dourados

O filho do casal, que tem 9 anos, foi para a escola e avisou a professora sobre a morte dos pais.

  • Karol Chicoski e Sidnei Bronka
Local do crime, na aldeia Bororó- Foto: Sidnei Bronka
Local do crime, na aldeia Bororó- Foto: Sidnei Bronka

Na escola, um menino de 9 anos, filho do casal que foi assassinado na aldeia Bororó, avisou a professora que os pais estavam mortos na residência. Não há informações se a criança presenciou o crime. Depois disso, lideranças indígenas e a Polícia Militar foram acionadas sobre o duplo homicídio. 

No local, a mulher, identificada como Rosilene Rosa Pedro, de 34 anos, que foi encontrada nua e com as mãos amarradas dentro do quarto, aparentemente, foi estuprada. O rosto dela estava totalmente destruído, provavelmente foi comido pelos cachorros.

O marido, Osvaldo Ferreira, de 38 anos, foi encontrado morto na sala da residência.

A Polícia Civil e a perícia técnica estiveram no local. A polícia acredita que o duplo homicídio aconteceu na madrugada de hoje.

O caso é investigado.

Faca utilizada no crime - Foto: Sidnei Bronka
Faca utilizada no crime - Foto: Sidnei Bronka

O homem foi encontrado morto na sala da residência - Foto: Sidnei Bronka
O homem foi encontrado morto na sala da residência - Foto: Sidnei Bronka

Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.