Inmetro vai verificar medidores de energia elétrica dos consumidores que relataram aumento nas contas de luz

Os casos devem ser tratados individualmente.

Após as constantes reclamações sobre o aumento na conta de energia dos moradores de Mato Grosso do Sul, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) informou que vai analisar os relógios medidores de energia elétrica de imóveis onde houve diferenças exorbitantes nos valores da conta de luz. Os casos devem ser tratados individualmente.  

Essa decisão foi informada ontem (23), durante reunião entre o Ministério Público, a Defensoria Pública, Procon, Inmetro e a Polícia Federal.

Para a reportagem da 94FM, o diretor de Gestão de qualidade João Alfredo Carneiro, explicou que o Inmetro já faz esse serviço periodicamente na sede da empresa, porém, agora, as verificações, desses consumidores que tiveram o aumento abusivo, devem ser feitas individualmente.

Caberá ao Procon de cada município solicitar as verificações, juntamente com a Energisa e ao Inmetro.

Contas parceladas

A Energisa anunciou na terça-feira (22) que os consumidores que tiveram aumento 'muito acima da média' nas contas de energia poderão parcelar a fatura em até quatro vezes. De acordo com a empresa, as negociações podem ser feitas em qualquer agência de atendimento da empresa a partir de hoje (24).

A medida foi decidida durante reunião entre a Energisa e o Procon-MS, que havia notificado a empresa, por causa das constantes reclamações do aumento na conta de energia dos moradores.

Justificativa

O coordenador comercial da concessionária de Dourados, Jonas Ortiz Rudis, justificou a cobrança excessiva pelas altas temperaturas registradas em Mato Grosso do Sul, principalmente no último mês de dezembro, que causaram elevação do consumo de energia dos clientes. Além disso, outro argumento é porque as crianças estão em período de férias escolares, o que, naturalmente, de acordo com ele, provoca aumento de consumo.

Porém, esse argumento da Energisa é contestado pelos consumidores, já que alguns dizem que o consumo é o mesmo que os dos meses anteriores.

“Minha conta, de R$ 94 foi para R$ 935 no mês seguinte, um absurdo. A Energisa diz que está tudo certo. Estou pedindo desde agosto providências e nada acontece. Em dezembro paguei R$ 1,5 mil sem mudar nada na rotina de consumo. Os valores só sobem sem justificativa.”, disse uma douradense.

Outras pessoas falaram que a resposta da Energisa não justifica o aumento, já que muitas pessoas sequer, têm ar-condicionados em casa e nem filhos, e a rotina segue normal dos meses anteriores.

Protesto

Na segunda-feira (21), dezenas de douradenses fizeram protesto em frente à empresa, querendo respostas sobre o valor alto nas contas de luz. O vereador Marçal Filho, que também esteve presente nesse dia, querendo respostas, disse que embora só assuma uma vaga na Assembleia Legislativa em fevereiro, irá cobrar da empresa uma justificativa plausível para os aumentos. "Não se trata de reclamações pontuais e sim de pessoas dos mais diferentes bairros da cidade", argumentou o motivo.

"Como deputado estadual, a partir do mês que vem, vou levar essa discussão para os demais parlamentares. Temos que buscar uma solução", ressaltou o parlamentar durante conversa com os moradores.


Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.
  • Rosi

    Rosi

    É verdade, tá um absurdo já ñ basta os impostos altíssimos q já vem descontados nas contas de energia elétrica ainda querem furar ainda mais o olho da população de baixa renda com uma conta de luz q antes vinha a taxa sem nem ter muito luxo em casa, taxa mínima pra vir 100 reais pra uma pessoa q é diarista e recebe pouco ao mês isso é uma vergonha o povo brasileiro tem q se unir e pedir uma medida cabível de urgência a respeito deste golpe q o governo quer dar na população

  • Cristina

    Cristina

    Pois é aqui em 7 Qiedas também deu diferença a minha conta subiu 115% Mês passado paguei 114.00 e esse mês 248.00 a rotina conrinua a mesma e também não tenho crianças em casa. Indignada.

  • neuza

    neuza

    Entao me explica o valor o ano todo pagando $45 reais esse mes veio $121 ? MOro Sozinha nao recebi visitas esse final do ano pelo contrario as datas festivas passei fora de casa a minha rotina e a mesma nao recebi ferias.. entao ????MInha casa fica fechada o dia todo so volto a noite entao nao e um e neh dois reclamando e o estado todo

  • Liberdade

    Liberdade

    Uma conta que um mês antes era 94 reais ir para 935 e depois para 1500 reais tá errado, subir uns 30 reais pode até se considerável porque nós sabemos a média que pagamos pode ser pouco menos ao a mais de 100 pra 200 e aí pra mais não tá certo se continua com os m amo eletrodomesticos mesmo se tivesse adquirido um a mais ou usado um pouco mais a diferença tá muito alta vocês da empresa sabem disso.As autoridades não tem nem o que conversa com a imprensa isso é um aumento esorbitante, o consumidor não tinha que ficar perdendo tempo e passando estresse para provar essa desfeita.Brasil injusto demais.

  • ELIS

    ELIS

    VERGONHOSO! MINHA CONTA DE 120 PARA 220 REAIS! O ABUSO É TANTO QUE ATÉ OS PRÓPRIOS GESTORES DA ENERGISA RECONHECEM. AI QUEREM TAPAR O SOL COM A PENEIRA PARCELANDO AS CONTAS! ISSO GERA ENDIVIDAMENTO PARA O USUÁRIO E UMA BOLA DE NEVE COM AS CONTAS FUTURAS! É O BRASIL!! !MINISTÉRIO PUBLICO MOSTRA TUA CARA!