Homem esfaqueado 13 vezes pela namorada a pede em casamento em tribunal

  • Extra/Globo
A agressora e a vítima em tribunal da Rússia - Foto: Reprodução da internet
A agressora e a vítima em tribunal da Rússia - Foto: Reprodução da internet

Um homem que quase morreu ao ser esfaqueado 13 vezes pela namorada a pediu em casamento em um tribunal de Nizhnekamsk (Rússia), onde ela está sendo julgada pelo crime.

A ré, que não teve o nome revelado, pode ser condenada a até seis anos de prisão por causa do ataque. Porém a vítima, identificada como Shakur, pediu que o juiz não condene a amada à prisão.

Shakur ficou hospitalizado por três semanas, com ferimentos em várias partes do corpo.

A namorada disse que o ataque foi motivado pelo fato de estar alcoolizada durante uma briga. Ela garantiu não ter tido intenção de matar Shakur, de acordo com reportagem do "Mirror".

O motivo da briga do casal não foi revelado.

O casal em tribunal da Rússia - Foto: Reprodução da internet
O casal em tribunal da Rússia - Foto: Reprodução da internet


Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.