Guerra do crime continua e homem é executado com 12 tiros na fronteira

Cidadão paraguaio estava em frente à casa de um brasileiro em Pedro Juan Caballero quando foi morto por pistoleiros

Policiais no local onde paraguaio foi morto a tiros, ontem à noite (Foto: Porã News)
Policiais no local onde paraguaio foi morto a tiros, ontem à noite (Foto: Porã News)

Assim como ocorreu em 2018, a guerra do crime continua predominando na Linha Internacional entre Brasil e a região norte do Paraguai. Na noite de ontem (1º), mais uma pessoa foi executada a tiros em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã.

O cidadão paraguaio Norberto Figueredo, 40, bebia sentado numa cadeira na frente da casa do brasileiro Roberto dos Santos quando os pistoleiros desceram de uma caminhonete e o executaram com pelo menos 12 tiros de pistola 9 milímetros.

A execução ocorreu por volta de 22h, na Rua Ricardo Poket, no bairro Jardim Aurora. Norberto morava em outro bairro da cidade e visitava o amigo, segundo a polícia.

Investigadores da Divisão de Homicídios, acompanhados pela promotora de Justiça Camila Rojas, estiveram no local, mas, como sempre ocorre em crimes de pistolagem na fronteira, não há pistas dos matadores.

Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.