As gerações

As gerações (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Este é o ano dos meus 60! Penso na arte de ver o tempo passar, de acumular anos, de ter tido a sorte de ter chegado até aqui. E, portanto, parece que foi ontem que, menina pequena, com tamanquinhos ou alpargatas nos pés, corria pelas terras do sitio. Vontade de crescer logo, media sempre o tamanho numa das portas da casa. Depois, veio o vilarejo, o começo dos estudos, antes da cidade grande, do começo do trabalho fora, dos estudos universitários, da descoberta dos amores, das tantas vontades...

E ainda depois, a travessia do "mar grande", em direção do "velho mundo" para conhecer e aprender línguas. E o encontro do amor, o não retorno. Os novos estudos e a sorte de dar à luz a seres humanos. Que experiência! E o tempo passa, passa e vai passando... E o espelho refletindo, diariamente, mudanças.

E os ponteiros giram... uma quarta geração vai ver o dia em março. Filho ou filha de minha filha. Minhas marcas, entre outras, vão continuar em outros seres. Que coisa prazerosa! Novos caminhos, futuro! Geração portadora de novas experiências, novos mundos, entrelaçando, vivendo...

O futuro, essa coisa desconhecida, que nos espera logo ali na esquina do tempo.

Bom final de semana!

Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.
  • Joel de Godoy

    Joel de Godoy

    Beleza de texto minha querida amiga Mazé Torquato Chotil,inspiração e sensibilidade à flor da pele... Feliz 2.018!!!