Fazenda e sítio respeitando a natureza

Fazenda e sítio respeitando a natureza

Li duas notícias interessantes nesta semana. A primeira estava num artigo do JornalLe Monde falando de uma fazenda que produz gás, uma novidade. E gás renovável! Orgânico, o metano, produzido com milho, beterraba e outros produtos vegetais. Produz como se fosse um “estômago” que mastiga, no caso uma cisterna de 6.000 m3. O resultado é o gás orgânico, metano. 

Em produção desde agosto do ano passado, a fazenda fornece 200m3 de gás por hora, que partem nos tubos em direção do município de Senlis, norte de Paris, o equivalente para o consumo de cerca de 2.000 residências.

A outra boa notícia é que nosso amigo Ramon Samauma, arquiteto, presente no facebook e era de Glória de Dourados, está na organização de seu sítio, em São Paulo. Um projeto diferente, um sítio ecológico, depois de ter trabalhado no projeto de reflorestamento no sítio do fotógrafo Sebastião Salgado em Minas Gerais.

Quer nele formar uma comunidade com objetivos de arquitetar ambientes para viver com qualidade de vida; construir agricultura orgânica, hortas permaculturais, produtos para uma alimentação saudável. Está procurando pessoas que pretendam “colar-se” a estes objetivos. Pessoas que tenham como contribuir com o desenvolvimento dos projetos numa área de Mata Atlântica preservada.

Uma comunidade onde o educacional bioecológico (diferenciado e científico) possa se instalar. Samauma montará uma biocarpintaria para pesquisas, uso e divulgação do bambu como material estrutural.

Para realizar é preciso ter sonhado antes, ou seja desejado, planejado... e saber, como pergunta Samauma: Qual é a cola que une as pessoas?

Bom final de semana!


Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.