Mulherio das Letras

Mulherio das Letras

Lá fora as luzes das ruas brilham numa noite fria. O inverno está definitivamente instalado, mesmo se oficialmente sua data é meados de dezembro. As árvores perderam quase que completamente suas folhas com os ventos fortes do final de semana. A gente vive falando do tempo. É que, aqui, ele tem suas mudanças constantes. Muda como se nunca estivesse satisfeito. Aqui dentro, com a qualefação, é como estivesse fora em dia de verão. Até sem blusa. Somente de camiseta.

Como vocês sabem, uma das minhas atividades é a escrita. Estive recentemente no Brasil para participar do I Encontro do Mulherio das Letras. E por aqui, criamos o mulherio da Europa. E vamos nos reunir aqui na cidade, sábado, dia 25. Abaixo vai a informação que mandei para a imprensa brasileira e para os veículos de comunicação lusófonos existes por aqui.

Bom final de semana com bons livros!

O Mulherio das Letras Europa se reúne, pela primeira vez, em Paris, neste 25 de novembro, para um "Café com letras em Paris", no Institut Culturel Franco-Brésilien alter'brasilis. O movimento informal que tem mais de 250 autoras reunidas numa página Facebook, tem escritoras de vários pontos da Europa.

O Mulherio das letras Europa é parte do Mulherio das Letras, movimento informal que reúne, no Brasil, mais de 5000 autoras, tradutoras, ilustradoras e demais pessoas ligadas ao mundo da edição, movimento impulsionado pela autora Maria Valéria Rezende. O I Encontro do Mulherio das Letras foi realizado no Brasil, em João Pessoa, em outubro último, reunindo o mulherio vindo de todas as partes do país.

O grupo europeu, que estará em reunião de trabalho pela manhã, receberá, a partir das 15 horas, no Alter'Brasilis, o público para um sarau literário, um café pluricultural, com apresentação de livros e leitura de textos.

Ele terá como convidada a professora de Estudos Brasileiros e Latino-Americanos Comparados da Universidade de Londres (Queen Mary College), Else R.P. Vieira, que falará sobre "Escritoras brasileiras no exterior: um fenômeno". Desde 2001 no Queen Mary, Else Viera coordena também o Setor de Português.  Em 2015 coordenou o projeto "Entre-lugares da Literatura da Diáspora Brasileira". Recebeu a medalha Machado de Assis pelo Brazilian Endowment and Brazilian Library of New York, pelo trabalho de divulgação da cultura brasileira no exterior.

Escritoras inscritas para o Sarau literário:

Ivna Chedier Maluly Garach (Lyon, França) - autora/tradutora infantil: "Cadê seu peito, mamãe?", "Gabriel e a Fraldinha", "Maria Luiza e a Banheirinha" e "O samba faz 100 anos" (projeto do Conselho de Cidadania de Bruxelas e do Luxemburgo);

Eliana Bueno Ribeiro Vianna Santos (Paris, França) - autora/tradutora/pesquisadora: "Contos de Perrault".

Fátima Nascimento (Munique, Alemanha) - autora infantil:  "Minha Baianidade Nagô".

Telma Brites Alves (Bornheim-Sechtem, Alemanha) - escritora/romance : "Gaia a Roda da Vida";

Viviane Fuentes Gillot (Marcoussis, Franca) - redadota/escritora/poeta:  "Contos Neuróticos" - projeto, coletânea de contos bilíngue, em Português e Francês.

Sonia Palma (Nuneaton, Inglaterra) - autora/pesquisadora: "As Descobertas de Amana nas Matas de Utiariti" (projeto de divulgação da língua e cultura brasileira no exterior).

Mazé Torquato Chotil(Paris, França) autora / pesquisadora: "Lembranças da vila", "Lembranças do sitio", "Minha aventura na colonização do Oeste", Trabalhadores exilados (1964-1985), "Minha Paris Brasileira"

Manuella Bezerra de Melo Martins(Braga, Portugal) - jornalista/poeta/escritora: "Desanônima".


Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.