Energisa recebe prazo de 10 dias para explicar aumento nas contas de luz

Na maioria dos casos, consumidores relatam que os valores nas contas dobraram.

Foi estabelecido prazo de dez dias para que a Energisa explique ao Ministério Público Estadual e ao Procon sobre a alta nas contas de energia dos consumidores de Mato Grosso do Sul, principalmente do mês de janeiro. 

Só em Dourados, em duas semanas, entre os dias 7 e 24 de janeiro, o Procon registrou 106 reclamações contra a Energisa. Na maioria dos casos, os valores nas contas dobraram.

O diretor do Procon em Dourados, o procurador Mário Julio Cerveira, explicou que em algumas situações, há evidências claras de erros nos cálculos feitos pela Energisa.

Além do Procon, as denúncias também estão sendo feitas no Ministério Público. De acordo com promotor de Justiça Eteocles Brito Mendonca Dias Júnior, foi instaurado um procedimento para examinar as denúncias, já que, todos os dias são registradas reclamações sobre o aumento nas contas de luz. Ainda conforme o promotor, também será solicitado o apoio da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Como fazer a denúncia

Para realizar a denúncia é preciso que o consumidor procure o Procon com os últimos três comprovantes de residência, mais a conta de luz que está alterada e, se possível, tirar foto do medidor de energia e levar a imagem impressa. Além disso, o morador deve levar junto os documentos pessoais. Caso a unidade consumidora estiver no nome de outra pessoa é preciso ir até o Procon e solicitar uma autorização para que o responsável assine.

Protesto

No último dia 21, dezenas de douradenses fizeram protesto em frente à Energisa, empresa que atente 94 dos 97 municípios sul-mato-grossenses, querendo respostas sobre o valor alto nas contas de luz.

Inmetro vai verificar medidores de energia elétrica

Após as constantes reclamações sobre o aumento na conta de energia dos moradores de Mato Grosso do Sul, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) informou que vai analisar os relógios medidores de energia elétrica de imóveis onde houve diferenças exorbitantes nos valores da conta de luz. Os casos devem ser tratados individualmente. 

Essa decisão foi informada no dia 23 de janeiro, durante reunião entre o Ministério Público, a Defensoria Pública, Procon, Inmetro e a Polícia Federal.

Contas parceladas

A Energisa anunciou no dia 22 de janeiro que os consumidores que tiveram aumento 'muito acima da média' nas contas de energia poderão parcelar a fatura em até quatro vezes. De acordo com a empresa, as negociações já podem ser feitas em qualquer agência de atendimento da empresa, desde a última quinta-feira, dia 24.

A medida foi decidida durante reunião entre a Energisa e o Procon-MS, que havia notificado a empresa, por causa das constantes reclamações do aumento na conta de energia dos moradores.


Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.
  • francisco

    francisco

    trabalhamos para dar dinheiro para as mafias, da energia, da agua,dos combustiveis, da saude, da politica, dos remedios, dos impostos,das concessionarias de rodovias,de telefones, etc,etc,etc,..........................