Acusado de pedofilia, homem é preso com pornografia infantil na fronteira

Homem preso nesta manhã em Ponta Porã é conduzido por policial (Foto: Divulgação)
Homem preso nesta manhã em Ponta Porã é conduzido por policial (Foto: Divulgação)

Um homem de 45 anos de idade suspeito de ser pedófilo foi preso na manhã desta sexta-feira (15) em Ponta Porã. Noacir Cardoso Pavão, que trabalha como auxiliar administrativo, já vinha sendo investigado por fazer vítimas na cidade da fronteira.

De acordo com o delegado regional adjunto da Polícia Civil Mikail Faria, na casa de Noacir, na Rua Cláudio Coutinho, 51, no bairro Mario Andreaza, agentes da Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros) e da Delegacia de Atendimento à Mulher encontraram milhares de vídeos com pornografia infantil.

Os mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva de Noacir foram expedidos nesta quinta-feira (14) pelo juiz Marcelo Guimarães Marques, da 2ª Vara Criminal de Ponta Porã e cumpridos nas primeiras horas da manhã de hoje.

A ação faz parte da Operação Fronteira Segura, em andamento desde o início deste mês em cidades da Linha Internacional. Equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar estão mobilizadas nessa operação.

Além de notebook e telefones celulares com imagens e conversas do aplicativo WhatsApp, a polícia apreendeu calcinhas, um vibrador e fotos.

Segundo a polícia, Noacir Pavão faz parte de uma rede de pedófilos e trocava imagens de sexo com crianças e dele mesmo com outros criminosos.

Noacir confessou que sente atração por pornografia infantil e que se masturba vendo vídeos e fotos, mas negou ter feito sexo com crianças.

O homem está sendo levado para a 1ª Delegacia de Polícia, onde será ouvido e autuado em flagrante por causa da pornografia infantil encontrada na casa dele.


Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.