Prefeito dá cinco dias para servidores cedidos se reapresentarem na origem

Somente servidores efetivos lotados em cargos de DGA1 ou DGA-2 não serão atingidos pelos efeitos do decreto

Decreto foi expedido pelo prefeito de Dourados (Foto: A. Frota)
Decreto foi expedido pelo prefeito de Dourados (Foto: A. Frota)

O prefeito de Dourados, Alan Guedes (PP), estabeleceu prazo de cinco dias úteis para que servidores municipais cedidos se reapresentem aos órgãos de origem. Conforme o Decreto nº 12, de 07 de janeiro de 2021, publicado na sexta-feira (8), a não reapresentação configurará abandono de cargo.

Pela norma, “os servidores do Poder Executivo Municipal que estão afastados do respectivo órgão de lotação, à disposição de outros órgãos, bem como os cedidos, a qualquer título, a empresas públicas estaduais ou federais, entidades privadas, outros municípios, ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, ao Poder Legislativo Estadual ou Municipal e Poder Judiciário deverão retornar ao seu órgão de origem.

Em parágrafo único é feito o alerta de que a não apresentação dos servidores abrangidos pelo decreto no prazo de 05 (cinco) dias úteis caracterizará abandono de cargo.

Caberá à Secretaria Municipal de Administração fiscalizar e controlar a efetiva aplicação da norma.

Somente servidores efetivos lotados em cargos de DGA1 ou DGA-2 não serão atingidos pelos efeitos do decreto.


Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.