Pais de alunos e professores reclamam da dificuldade para acessar plataforma de ensino a distância da rede municipal

Entre as reclamações estão: dificuldade em acessar a plataforma e sobre a falta de material impresso aos alunos.

  • Karol Chicoski

Pais de alunos e professores da rede municipal de ensino de Dourados procuraram a 94FM na manhã desta quarta-feira (5) para falar sobre a dificuldade da plataforma de ensino a distância disponibilizada pela prefeitura do município. Eles alegam que a maioria das escolas que estão na plataforma não tem material publicado.

Os pais explicam que, além da plataforma digital, o material poderia estar disponível impresso nas escolas para que os pais ou responsáveis pudessem retirar.

Os educadores e pais justificam que a educação infantil, por exemplo, tem material para pintar e circular, e a grande maioria dos pais não tem impressora em casa.

Outra dificuldade é a forma em que a plataforma foi criada, o que dificulta localizar o material. “O sistema é confuso e não fica claro”, relatou um educador.

Outra reclamação é que, se o aluno tiver dificuldade para fazer o exercício digital, não tem para quem ligar para poder tirar a dúvida. Também não tem informação na plataforma de como os pais devem fazer com o material depois de preenchido pelo aluno.

Outro ponto discutido é que a plataforma não tem vídeo dos professores ensinando os estudantes para ajudar a resolver os exercícios.

As aulas presenciais na rede municipal de ensino estão suspensas desde o dia 18 de março, como forma de evitar a propagação do novo coronavírus, que já matou 59 pessoas em Dourados. 

Comentários
Os comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei ou que não contenha identificação não serão publicados.
  • Reinaldo

    Reinaldo

    Esse diretor de tecnologia e pura bucha!, não se preocupem não pessoal do sistema. sempre fomos bem atendidos por vocês, isso aqui ta podre!

  • ERIC - E2 TECNOLOGIA

    ERIC - E2 TECNOLOGIA

    Bom dia, conforme se lê logo abaixo, fomos indiretamente citados pelo Sr. Diretor de Tecnologia da Prefeitura de Dourados “RAFAEL HENRIQUE KOLLER”, e de igual forma, nos sentimos na responsabilidade de responder.
    Informamos que sim, atendemos com suporte especializado o sistema de gestão escolar deste 2011, com o fim do contrato, a prefeitura através do departamento de tecnologia assumiu os sistemas de forma natural e legítima, infelizmente o profissional Sr. Rafael chama o contrato de “teta”, denegrindo diretamente o todo os profissionais que alí trabalham em relação a gestão municipal. O que chama de “teta” é um contrato público, no qual fomos vencedores por processo licitatório transparente, aprovado pelo TCE e demais órgãos de controle, é extremamente inoportuno sugerir que fomos de alguma forma “agraciados pela tal teta”, pelo contrário, trabalhamos muito, muito estudo, eficiência, transparência e acima de tudo respeito, nestes 5 anos não tivemos qualquer tipo de notificação que desaprovasse nossa conduta, muito pelo contrário, nossa eficiência foi por inúmeras vezes elogiada pelos seus pares, professores, tutores, secretários municipais... Tenha certeza que de nossa parte não há nenhuma “dor de cotovelo”, pois é sabido por todos que o departamento de tecnologia da Prefeitura é um departamento moribundo, sem qualquer indicador qualidade, certamente devido a falta de gerência e experiência. Não temos nenhuma intenção de voltar a prestar serviços para a atual administração, não se preocupe, todos os nossos colaborados trabalham muito, estudam muito, nunca precisamos de indicação política para angariar qualquer cargo ou posição, aqui todos estão onde estão porque merecem estar.

    Assinado por todos os 28 colaboradores que trabalha na E2TI.

  • Ronaldo

    Ronaldo

    Só enganação, não existe aula nenhuma!

  • Evandro

    Evandro

    Realmente tá uma orrivel essa educação em dourados, e agora esse saiti aí q não conçegue acessar, péçima mão de obra essa prefeitura

  • Farofa com espetinho

    Farofa com espetinho

    Lembrando q vc Rafael é um contratado .. por indicação política .. a teta tá mais p vc né... vc n está aí por merecimento como seus colegas concursados !! Uma pena ...

  • Sandra

    Sandra

    Pra mim essas aulas são só enganação. A maioria dos pais não tem condições de auxiliar os filhos. Uns por falta de tempo pois trabalham o dia todo e só tem a noite pra isso. Outros não conseguem explicar o conteúdo de forma que a criança entenda. Gostaria muito de saber de que forma se dará a aprovação ou reprovação ( se houver). Muitos alunos apenas avançarão de ano. Mas irão sofrer,pois aprendizagem mesmo bem poucos terão. Aí o sofrimento dos professores será ainda maior,pois tem conteúdos que são pré-requisitos para o ano seguinte. Faz de conta que me engana e eu faço de conta que acredito.

  • Rafael Henrique Koller

    Rafael Henrique Koller

    Engraçado que os "pais de alunos" e os "professores" não estão reclamando onde deveriam.
    Isso tá me cheirando é fornecedor que perdeu teta, com dor de cotovelo.